segunda-feira, 28 de maio de 2012

Mais uma vergonha nacional para o Maranhão: Trabalho escravo


Vítimas da violência no campo no Maranhão falam ao JN no Ar


Trabalho escravo
Uma região do Brasil traumatizada pela violência no campo recebeu nesta sexta-feira (25) a visita da equipe do JN no Ar. O sudoeste do Maranhão tem os mais preocupantes índices de conflitos agrários no país.

O que mais chocou foi constatar que muitos trabalhadores são explorados como se fossem realmente escravos. Estamos no século XXI, e a abolição foi no século XIX. O trabalho escravo se insere em um contexto mais amplo de violência no campo, em que muitos trabalhadores vivem ameaçados de morte e amedrontados.

A primeira parada do JN no Ar foi em Imperatriz, no sul do Maranhão. De manhã cedo a equipe partiu para uma das regiões mais afetadas pela violência no campo.

Em Buriticupu, no começo de abril, o sindicalista Raimundo Alves Borges foi executado a tiros por pistoleiros. Raimundo havia denunciado a ação de grileiros de terras. Seis suspeitos de envolvimento no crime estão presos. Um deles confessou que o bando receberia R$ 5 mil pela morte de Raimundo. A viúva dele, Raimunda dos Santos, teme, agora, pela vida dos filhos:

"Eles levaram meu marido e eu não quero que eles levem meus filhos.”

Segundo a comissão Pastoral da Terra, o Maranhão é hoje o estado com o maior índice de violência no campo. São 286 áreas de conflito pela posse da terra, sete pessoas foram assassinadas em 2011 e três em 2012; 106 estão ameaçadas de morte. A Pastoral afirma que nenhuma tem proteção policial.

Flávio Pereira, coordenador do Comitê de Políticas Públicas, ONG que luta contra crimes ambientais, é um dos marcados para morrer.

"A gente meio que não consegue dormir tranquilo. A gente não consegue ficar tranquilo na cidade, porque a sensação que temos é mesmo de impunidade", desabafa.

"Fazendeiros são mandatários do poder político local. É uma relação muito próxima com os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, o que dificulta muito a apuração desses crimes", afirma Diogo Cabral, advogado da CPT.

A violência no campo é agravada por outro problema. Açailândia é um foco de aliciamento de mão-de-obra para o trabalho escravo.

Na maioria das vezes, a fiscalização encontra os trabalhadores em fazendas de gado, áreas de desmatamento e carvoarias clandestinas. Os trabalhadores são submetidos a jornadas exaustivas. Ficam presos a dívidas com os patrões porque são obrigados a comprar alimentos e remédios nas próprias fazendas. Muitos nem recebem o pagamento e são ameaçados por vigilantes armados. Ou seja, são trabalhadores vivendo, praticamente, em regime de escravidão.

Um rapaz, que pede para não ser identificado com medo de represálias, conta a história de um parente, assassinado há quatro anos, quando foi pedir ao fazendeiro para receber um pagamento atrasado:

"Uma das maiores dificuldades que ele tinha era questão na hora de receber, entendeu? Que foi o momento que ele foi falar com o fazendeiro para pegar o dinheiro pelo serviço e aí foram assassinados, tanto ele como o seu colega de trabalho".

O ex-trabalhador rural Bento da Silva conhece a realidade do trabalho escravo desde muito jovem. Caiu na conversa de um aliciador.

"Quando nós chegávamos lá, minha irmã, era outra coisa. Nós caíamos no escravo. Trabalhávamos 60, 90 dias", conta.

Ele conseguiu escapar, mas, por necessidade, voltou a trabalhar nessas condições até ser resgatado pela fiscalização do Ministério do Trabalho, quatro anos atrás.

No Maranhão, de 1995 até hoje, a fiscalização conseguiu libertar quase três mil trabalhadores, mas é difícil punir os responsáveis por esse crime.

"Não é fácil entrar com ação na Justiça, o trabalhador muitas vezes tem medo", diz Nonnato Masson, advogado do Centro de Defesa da Vida.

Apesar das dificuldades, os trabalhadores resgatados conseguem encontrar caminhos para refazer a vida. O Centro de Defesa de Açailândia formou uma cooperativa para dar a eles a possibilidade de um trabalho digno.
A ex-trabalhadora rural Elenilde Fernandes foi vítima do trabalho escravo. Acumulou dívidas com o patrão.

"Quando a gente ia acertar no fim do mês, não tinha como, já estava devendo", lembra.

Hoje, ela é marceneira, em uma cooperativa que fabrica móveis e brinquedos. "Eu acredito que vá melhorar ainda mais", sonha. “Hoje eu me acho no céu.”

O governo do Maranhão disse pela assessoria que repudia o trabalho escravo e que tem feito ações para combater essa prática. Disse também que criou há três anos uma delegacia agrária especializada para investigar crimes no campo, e que desde então os casos de violência têm sido investigados. Por fim, disse que desde o ano passado não recebeu nenhum pedido para proteção de trabalhadores e lideranças rurais ameaçadas de morte.
Fonte: G1

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Balsas realiza feira de oportunidades e novas tecnologias


Novidades do Agrobalsas são voltadas para a produção sustentável.
Agricultores tentam conquistar um certificado internacional.


Agrobalsas 2012
Em Balsas está sendo realizada uma feira de oportunidades e novas tecnologias, para o plantio da soja. As novidades são voltadas principalmente para a produção sustentável dos alimentos.

Uma vitrine tecnológica exibe experiências bem sucedidas da chamada agricultura inteligente no cerrado maranhense. Um modelo que emprega a integração da lavoura-pecuária com florestas, o plantio direto e o uso da biotecnologia na produção sustentável de alimentos.

Na rotação de culturas, por exemplo, o algodão e o girassol aproveitam os nutrientes que ficaram no solo - após a colheita da soja. O capim alimenta o gado de leite e a criação de caprinos - na mesma área em que foi colhida a safra de milho - tudo isso sem deixar a terra descoberta por muito tempo nem aumentar o desmatamento no cerrado.

Sistemas que aumentam a vida útil da terra e reduzem as emissões de gases que provocam o aquecimento global. Os agricultores tentam conquistar um certificado internacional que ateste a origem social e ambientalmente correta da soja no cerrado maranhense. prá isso investem em biotecnologia pra atender a uma exigência, principalmente do mercado europeu.
Fonte: G1

terça-feira, 22 de maio de 2012

Agro Norte apresenta produtos na Agrobalsas 2012

Entre os dias 22 e 26 de maio a Agro Norte Pesquisa e Sementes expõe o material de pesquisa e tecnologia na Agrobalsas 2012. O evento, que será realizado em Balsas (MA), na Fazenda Sol Nascente, é uma das maiores feiras de agronegócios do sul do Maranhão. 

De acordo com o gerente e engenheiro agrônomo da Agro Norte, Mairson Santana, a empresa irá apresentar aos visitantes da Agrobalsas variedades de soja convencional e arroz, resultado de mais de dez anos de pesquisas. 

“A Agrobalsas é um evento que abrange todos os setores do agronegócio, que aborda e discute os principais temas relacionados à produção no campo. Nossa participação é uma oportunidade importante para demonstrarmos a qualidade de nossos materiais aos produtores de todo o Maranhão e também de outros estados que estarão presentes no evento”, afirmou Santana.

Segundo o gerente da Agro Norte os resultados das unidades demonstrativas plantadas nos municípios do Maranhão surpreenderam. 

“Na Fazenda Pequena Holanda, localizada em Alto Parnaíba colhemos 72 sacas por hectare da variedade de soja convencional ANsc 89109. Nossos produtos possuem características como tolerância ao clima adverso, como a seca, e a pragas que atendem às necessidades das lavouras da região, além da alta produtividade comprovada na colheita”, destacou.

A média de produção das unidades demonstrativas cultivadas nos estados de Mato Grosso, Piauí, Maranhão, Rondônia, Tocantins e Bahia com as variedades de soja convencional da Agro Norte foram de 62 sacas por hectare da ANsc 84107 e 66 sacas da variedade ANsc 89109. 

Fonte: AgroNotícias

"Agricultura inteligente" será discutida na Agrobalsas deste ano


Casos de sucesso realizados em propriedades do Estado serão mostrados.
Agrobalsas é considerada a maior feira de agronegócio do Sul do Maranhão.


Agrobalsas 2012
Será realizada, entre 22 e 26 de maio, a Agrobalsas 2012, a maior feira de agronegócio do Sul do Maranhão. O evento ocorre no campo experimental da Fazenda Sol Nascente, na zona rural de Balsas, a 758 km de São Luís.

Com o tema "Agricultura Inteligente", a feira vai mostrar o sucesso de experiências realizadas em propriedades rurais no Maranhão, que envolvem a integração lavoura-pecuária com florestas e o plantio direto e uso da biotecnologia, sistemas que garantem a produção sustentável.

A estimativa é de um público de mais de 10 mil pessoas. Na programação, que vai até o próximo domingo, estão previstos rodadas de negócios, minicursos, exposição de vitrines tecnológicas das principais culturas, além de visitas técnicas.

"Nós teremos grandes autores aqui presentes, para repassar tanto para as autoridades, quanto para os estudantes e produtores, um novo modelo de agricultura, não deixando de produzir alimentos, mas tendo uma outra parte de obrigação, de responsabilidade social e ambiental, caminhando junto com as propriedades", exaltou Gisela Introvini, superintendente da Fundação de Apoio à Pesquisa do Corredor de Exportação Norte (Fapcen).

O público também vai poder conferir as últimas novidades em produtos e serviços nos 70 estandes montados para o Agrobalsas 2012.

Fonte: G1

MA é o último colocado em número de domicílios com acesso à internet


São Luís aparece com 27,92% dos domicílios conectados à internet.
Capital maranhense é a 23ª colocada entre as demais do Brasil.



O Maranhão é o último estado do país no número de domicílios com acesso à internet, segundo dados do Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O índice é de menos de 10 por cento.

Há cinco anos, a técnica em Segurança do Trabalho resolveu investir na montagem de uma lan house, em São Luís. "Logo nos primeiros meses e até há dois anos atrás, era bem movimentado, tinha fila de espera. Hoje em dia, caiu um pouco", lamentou a empresária Cristiane de Castro.

Os números do Censo Demográfico 2010, divulgados este ano pelo IBGE, mostram que o Maranhão é o último estado colocado na lista das unidades federativas com computadores ligados à internet. "Somos o 27º em 27 estados, em relação ao percentual de domicílios com computador ligado à internet. E quando nós percebemos a situação em nível municipal, nós temos uma situação extremamente agravante. Os dez primeiros municípios, eles estão com média de 11, 12, 15% domicílios ligados à internet", comparou Marcelo Melo, chefe do IBGE no Maranhão.

A capital maranhense aparece com 27,92 por cento dos domicílios com computadores e com internet. "São Luís é o município melhor colocado no estado, com 27,92, e somos apenas o 23º entre as capitais. Dentro do Maranhão, é o que tem maior percentual de domicílios conectados à internet, e mesmo assim, é um percentual muito baixo", completou Marcelo.

Imperatriz, Paço do Lumiar, Açailândia, São José de Ribamar, Porto Franco, Estreito, Balsas, Santa Inês e Pedreiras completam a lista dos dez primeiros municípios maranhenses com computadores ligados à internet. Segundo a amostra do IBGE, 90 municípios maranhenses, que representam 41,5% do estado, possuem cerca de 2 por cento de domicílios com computadores ligados à internet. E ainda de acordo com o Censo 2010, seis municípios maranhenses não têm nenhum computador ligado à internet.

Fonte: G1

terça-feira, 8 de maio de 2012

MAIO: MÊS DAS MÃES E DAS NETAS

Para todos, de uma maneira geral, o mês de maio representa o mês das mães. Entretanto, no meu caso, em especial, não posso dizer o mesmo, pois foi exatamente este mês que Deus me presenteou com algumas das maiores dádivas da minha vida. Senão vejamos:
No dia 05 próximo passado, fui agraciado com o nascimento de mais uma netinha, a querida Letícia, fruto da união entre minha filha Luciana e seu marido Duanny Jorge. Em seguida, dia 07 deste mesmo mês(maio), foi o aniversário daquela que é a responsável pela minha existência, que é a minha querida e amda mãe, Terezinha Rocha.

Para maior felicidade, hoje(08) é o aniversário da minha outra netinha, a querida Maria Fernanda, filha da Luiza, minha filha mais velha.
Não bastasse tantas emoções e tantas felicidades em um mesmo mês, no próximo domingo(13), será o dia das mães, onde, 02 das minhas 03 filhas já foram presenteadas por Deus, pois deram a luz exatamente no mês das mães.





Diante de tantas alegrias neste mês maravilhoso, só me resta a parabenizar, antecipadamente, essas mães maravilhosas e agradecer a Deus pela graça de tantas alegrias em minha vida.









Ah, já ia esquecendo, peço a Deus que segure mais um pouquinho o meu "presentinho" da minha caçulinha, pois afinal, ela só tem 16 aninhos, não é Fernandinha? Rssss....

PARABÉNS MARIA FERNANDA. TE AMO MUITO.

segunda-feira, 7 de maio de 2012

SANGUES DO MEU SANGUE

Fernanda, Rafael, Letícia e o Vovô coruja
Ao longo de nossas vidas passamos por diversas experiências e cada uma delas é vivida em determinada fase. Nascemos criança, passamos pela adolescência e nos tornamos adultos. Em cada uma destas fases, vivenciamos experiências que se eternizam em nossas memórias, pois foram, são, ou ainda serão partes integrantes da nossa história.





FASES DA VIDA


Luiza, Fernanda e Letícia
Quando se é criança, pensamos em brincar. Na adolescência, os interesses já passam a ser outros, pois as aventuras e os sentimentos amorosos passam a fazer parte dos nossos ideais. Na maturidade, passamos a ter uma visão completamente diferente da vida, pois passamos a valorizar verdadeiramente os maiores valores que a vida nos oferece, que são as PESSOAS, isto é, passamos a valorar ainda mais a FAMÍLIA e as AMIZADES.
Não existe uma regra temporal para que os fatos aconteçam em nossas vidas. Entretanto, de acordo com um lastro cultural provindo dos nossos antepassados, determinados fatos só ocorriam em determinadas fases de nossas vidas.
O ser humano é um ser inteligente e dinâmico, e através de sua inteligência e de seu dinamismo ocorrem as mutações na sua maneira de ser e de agir. As tecnologias causam mudanças comportamentais na vida das pessoas, fazendo com que a sociedade se adapte aos novos tempos.

COISAS DE "ANTIGAMENTE"


O vovô coruja vestido de médico. Rssss...
Desde de criança, sempre ouvi meus pais e meus avós falarem a palavra "antigamente". Os anos se passaram e eu nem percebi que eu próprio comecei a colocar esta dita palavra em meu vocabulário do dia a dia. Senão vejamos:
Antigamente para ser avô ou avó, normalmente, mas não necessariamente, a pessoa já tinha que se ter uma idade avançada, ou seja, já ser um cinquentão, sessentão ou um setentão. Uma das mudanças comportamentais a que quero me referir está exatamente nesta fase da vida, ou seja, SER AVÔ ou AVÓ.

DEUS SOUBE O QUE FEZ. DEUS SEMPRE SABE O QUE FAZ.

Tio(Rafael) e sobrinha(Maria Fernanda)
A vida não se constitui somente de alegrias, pois há também momentos de muita tristeza. Em 1991, experimentei a dor mais cruel que um pai pode sentir, que é a perda de um filho. "Perdi" meu "Rocha Júnior". Meu primeiro filho, com apenas dois anos de idade, Deus o levou para seu lado. O mundo literalmente desabou sobre mim. Por muito tempo em minha vida fiquei sem saber o rumo e o sentido do que é viver. Mas, novamente me utilizando do vocabulário dos meus antepassados, digo: "Deus escreve certo com linhas tortas", pois passados os anos de sofrimento, Deus me mostrou que a "partida" do meu filho seria recompensada com a chegada de boas "novidades" em minha vida.  Deus "levou"o meu filho e me "devolveu" em dobro, pois, posteriormente nasceram o meu filho Rafael e minha netinha Maria Fernanda.



MELHOR QUE SER PAI É SER PAVÔ.


Família feliz. Graças a Deus.
Estou numa fase muito "gostosa" da minha vida, a dos quarentões. Como disse anteriormente, é nesta fase que se valoriza o que de mais valor a vida nos oferece, que é a família e as verdadeiras amizades. Também está sendo nesta fase que estou vivendo e sentindo as maiores emoções e os momentos mais felizes da minha vida, pois começaram a "brotar" as sementes dos meus "frutos".
Nos meus "vintões" e "trintões", tive as experiências de ser somente pai. Foi e continua sendo uma das maravilhas em minha vida. No entanto, agora como "quarentão", o que era bom ficou ainda melhor, pois se ser pai é maravilhoso, imagine ser "PAVÔ", isto é, pai e avô ao mesmo tempo. Em 2007, nasceram meu amado filho Rafael e minha bela e adorável neta Maria Fernanda.

SOU UM ABENÇOADO POR DEUS


Fotografei o nascimento da filha e agora o da neta(Letícia).
A vida tem me agraciado de muitas coisas boas. Não bastasse a felicidade de, ao mesmo tempo, em 2007 ser PAI e AVÔ, ontem(05), novamente fui agraciado com mais uma neta, a Letícia, fruto do casamento da minha filha Luciana e seu marido Duanny Jorge. Estou vivendo um momento muito feliz na minha vida, pois DEUS tem me mostrado que os caminhos da vida são "tortuosos", mas quem o crê(DEUS) recebe suas bênçãos e suas "compensações", e eu as estou recebendo.


O SORRISO DE UMA FILHA É A FELICIDADE DE UM PAI

O sorriso de felicidade da minha filha Luciana após ver seu bebê.
Registrei todos os momentos durante o nascimento da minha netinha Letícia. Ao ver aquela criança nascendo o chão sumiu aos meus pés. Senti uma emoção jamais experimentada antes. Uma "coisa"me subiu dos pés à cabeça. Era mais uma netinha para se juntar conosco.
Mas nada me deixou mais "aliviado" e menos tenso, que ver o belo sorriso de uma mãe de primeira viagem estampado no rosto. Era o sorriso de felicidade da minha filha Luciana após ter visto o presente que Deus deu a ela, ao pai Duanny Jorge, mas principalmente ao vovô coruja que ali estava registrando todos os momentos que se eternizaram em nossas memórias.

SANGUES DO MEU SANGUE.


Eu sempre dizia e ouvia falar que não havia coisa melhor na vida que a experiência de ser pai. Recentemente discordo desta afirmação, pois melhor que ser pai é ser PAVÔ, pois somos pai em dobro e ao mesmo tempo, sentindo uma emoção inimaginável de "pegar" nos braços os "sangues do nosso sangue".






O DESEJO DE UM PAVÔ







Diante de todas as experiências e tudo o que a vida me ensinou, resta-me curtir muito estas pequeninas criaturas, orientando-os e a seus pais para um rumo certo na vida e ensiná-los tudo de bom que aprendi para que sejam um ser humano cada vez melhor e se tornem pessoas vencedoras.










DEUS É A RAZÃO DE TUDO





Agradeço a Deus por tudo o que acontece na minha vida. Os momentos bons serão eternizados na minha memória, e os não desejados serão sobrepostos pelos bons.


OBRIGADO SENHOR. 

Facebook

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Hostgator Discount Code